segunda-feira, 21 de março de 2011

São Paulo perde fatia na economia para o Norte e Nordeste

DCI - Comércio, Industria & Serviços
São Paulo - Estados brasileiros, principalmente das Regiões Norte e Nordeste, estão ganhando destaque no Produto Interno Brasileiro (PIB) ao longo dos anos, e tomando uma fatia da participação de São Paulo na economia brasileira. Casos de Roraima, por exemplo, são exemplos dessas evoluções.

De acordo com o governador de Roraima, José Anchieta Junior, o estado vem se destacando pela sua capacidade de atrair investimentos. A regularização fundiária com o repasse de terras do governo federal, os incentivos promovidos pelo governo do estado e a abundante mão de obra qualificada vinda de instituições de ensino superior ajudam o estado a conquistar novo status.

Segundo dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Roraima está crescendo anualmente 7,65%. Comparando estados do norte, como Rondônia, que expandiu 3,2%, e Amazonas, cuja alta foi de 4,5%, com estados do sudeste, como São Paulo, que cresceu 5,9%, Roraima apresentou a maior variação percentual real da Região Norte e a sexta maior do Brasil. O estado ainda representa pouco na participação do PIB: 0,2%. Mas São Paulo, apesar de ainda estar em primeiro lugar, perdeu participação no PIB, ao passar de 33,9% em 2007 para 33% do total em 2008.

Dados atuais da Serasa Experian sobre a demanda por crédito no nordeste mostram que é o que mais cresce entre as regiões do País. O indicador mostrou que em fevereiro de 2011, na região, houve aumento de 9,70% na demanda, ao passar de 99 pontos, no segundo mês de 2010, para 108,6 ponto, no mesmo mês deste ano, e deve continuar em alta.
Postar um comentário