segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Professores de educação infantil encerram fase de formação

Da Redação
Agência Pará

O primeiro módulo da formação fase presencial de nível médio para o magistério, do Programa de Formação Inicial para Professores em exercício na Educação Infantil (Proinfantil), foi encerrado na segunda-feira (3), no auditório da Universidade Federal do Pará (UFPA).

Participaram da formação de modalidade a distância, com duração de dois anos, 140 professores dos municípios de Ponta de Pedras, Portel, Salvaterra, Gurupá e Santo Antônio do Tauá. A capacitação foi distribuída em módulos com 160 horas presenciais e 688 horas não presenciais, numa promoção da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) em parceria com a UFPA.

Na solenidade de encerramento, a coordenadora da Agência Formadora Belém, Tatiana Maia, destacou a importância do programa para a melhoria da qualidade da educação infantil no Estado.

Para a maioria dos professores, vencer dificuldades - como sair de seus municípios de origem e ficar longe da família -, não foi tarefa fácil. Nazaré Rodrigues, professora há cinco anos da educação infantil no município de Gurupá, afirmou que a formação é um privilégio para educadores que, como ela, vão concluir o ensino médio. “Em dois anos vamos concluir o magistério. Para mim foi um presente. A coordenação pedagógica faz o acompanhamento e tira nossas dúvidas sobre algum assunto que vamos ensinar. Mas, agora, com esta formação, vou dominar o assunto e serei capaz de ensinar com propriedade a meus alunos”, disse ela.

Sônia Teixeira, coordenadora do Proinfantil UFPA, Grupo III, parabenizou a Seduc pelo trabalho e ressaltou que este é o primeiro passo na direção da educação almejada para as crianças. Ela disse ainda que os professores são privilegiados por participar da formação. Segundo Sônia, o curso oferecido é melhor que o conteúdo dos cursos de Pedagogia, pois contém "matérias específicas, que um curso tradicional de graduação não abarca”.

Ascom/Seduc
Postar um comentário